Asas Cortadas

     Do carbono vieste e para ele voltarás. Tua morte será lenta e cruel. Mas, não saberás. Manterei segredo até que esteja totalmente fascinada por mim. Será pega de surpresa. Quando menos esperar. Não sinta raiva depois que te ferir. Não fiz por mal. Simplesmente sou assim. Acostume-se. A vida pode te fazer tropeçar. De propósito? Talvez. Sinto muito se isso te causa repulsa agora. Sou assim mesmo... Vá se habituando. 

         Não, o problema não é com você. É comigo. Sou totalmente culpado, me sinto como tal. Sou eu, não você. Por favor, não chore, não quis te magoar, contudo, as coisas saíram do controle... Quando dei por mim, você tinha confundido tudo. Tive que levar a farsa adiante, como mandava o código dos cretinos. Fui bem, não fui? O que achou? Não me olhe com essa cara. Sabe que foi tudo uma confusão. 

          Você, eu. Nunca daria certo. E, sabe disso. “Merece alguém melhor, mais digno do seu amor”, era o que gostaria de ouvir? .“Sou um imbecil, cretino, desvirtuado”, gostaria que dissesse isso, não? Pra quê dizer se já sabe que me enquadro na ala dos idiotas? Perguntas retóricas não precisam de resposta. Viu só? Não sou tão burro como pareço nos seus pensamentos. E, se fosse... Por qual motivo se apaixonou por mim mesmo? Ainda não compreendo. 

          Nunca tive uma relação afetiva com você. Não me diga que foi a flor. Hahahaha! É uma piada? É pra rir, certo? Não é? Desculpe, então... Ora, já pedi desculpa, não me fuzile com os olhos! Eu lamento se você é feia e não se encaixa naquilo que imaginei como minha namorada... Fora você quem confundira as coisas. Somos amigos. Soletrarei para que fique claro. A-m-i-g-o-s. Tenho que ir agora. Um beijo. Ah, e quanto a ter te chamado de feia... Nada contra a sua pessoa, você é legal... Sei que está chateada. Deve estar pensando que sou o cara mais imbecil do mundo. Pois bem, pense o que quiser, fica acertado assim? 


Imagem: The Butterfly Effect, by keiithy

Comentários

  1. Não sei se foi autobiográfico, mas foi doído de ler. Rejeição é o tipo de coisa com a qual a gente nunca se acostuma. Por isso que términos de relacionamentos são uma bosta no geral. Esse negócio de ficar amigos. Admiro quem consegue. Mas no geral, só acho que todo mundo combina a mentira e eu sou a única honesta o suficiente pra dizer que amizade de ex não existe. Expirou.

    ResponderExcluir
  2. Também senti um mal-estar enorme lendo esse texto, como se eu mesma estivesse ouvindo isso e pensando em situações que já vivi. Eu desejo que esse conto não seja autobiográfico, como li no comentário acima. Achei uma compilação de todas as frases prontas que dizem no fim de namoro.
    Nereida
    agua-marinha.net

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Emilie.. já rejeitei quem me tratou como um nada.. faz bons anos.. é péssimo passar por isso, não gostei de dar o troco na mesma moeda.. mas como todos temos o direito de errar hj não faria mais o mesmo.. tenha um lindo dia até sempre

    ResponderExcluir
  4. Yo! =]]

    Me espantei um pouco, a narrativa me pegou de surpresa, juro que por um momento parecia estar lendo um pedido de desculpas da Morte por fazer o que faz, compreende? Pior que se ler o início de forma isolada, vai dar essa sensação, maravilhosa, esquisita. Bom, o tema é uma moeda com duas faces iguais, toma lá da cá, alguém acaba ficando na pior.

    Isso aí.
    Até mais.
    xoxoxo

    ResponderExcluir
  5. Bom, Suzi. Assim como as meninas do comentário acima, eu espero que não seja um texto autobiográfico, ou baseados em fatos reais, especialmente pelos dois últimos parágrafos. Achei as frases curtas, porém cruéis. Se fosse para metaforizar, eu diria que foram como cortes de uma faca. Mas, se for pura ficção, devo dizer, está ótimo. Eu gosto dos textos que você escreve, sabes disso. :)

    ResponderExcluir
  6. Puta que o pariu!!
    Esse escrito descreve bem o que um rapaz quer dizr mas não tem coragem.
    No ultimo parágrafo é forte.
    Dzem que um dos piores sentimentos é se sentir feio!

    ResponderExcluir
  7. Texto envolvente, com um quê de realismo e outro quê de mistério. No começo acreditei estar lidando com a narrativa de uma espécie de psicopata, de um pervertido assassino... Mas depois as palavras meio que me levaram à personalidade de um desses garotos de colegial, que usam das artimanhas do romantismo e da sedução para conquistarem as garotas e, depois de algumas ficadas ou uma noite de sexo, partem para outra sem dar a mínima para o sentimento alheio.

    Como eu já disse, sua escrita foi muito envolvente... mesmo. Amo parágrafos abertos a múltiplas interpretações!

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
  8. Detestei a parte final não que eu seja feio mas sou solidário com quem é..... kkkkkkkkkkkkk Brinquei , calma, o cara da música nao tem coração mas só vai agir assim até que alguém tbm destrua o coração dele, daí ele entenderá que não se diz isso...

    ResponderExcluir
  9. Emilie, já peço desculpas desde antes pelo palavrão que vou usar em segundos, porque tudo bem quando é no meu blog, mas no blog dos outros, ainda mais sendo este de uma dama, acho que devo pedir desculpas, como já pedi, adiantadamente, mas a questão é que você escreve pra caralho, e é por isso que seu blog é um dos meus favoritos, e é por isso que eu sempre fico feliz quando dou a sorte de vir aqui e o texto da vez ser justamente seu.

    Quando ao texto em si, foi incrível como cada parágrafo passa ao leitor uma sensação diferente. Na primeira frase, eu nunca ia imaginar que acabaria daquele jeito. Mas a minha conclusão geral é: Pelo menos ele foi sincero. Afinal, dizer que a beleza não é tudo seria nada além de uma grande hipocrisia. Me lembrou Oscar Wilde. Já leu o retrato de Dorian Gray?

    ResponderExcluir
  10. obs: Ah, e quando eu disse que dizer que beleza não é tudo seria hipocrisia, foi uma frase hipotética. Não significa que eu ache que beleza é tudo. Mas também não significa que eu não me importe com ela. A beleza é importante. Importante demais.

    ResponderExcluir
  11. Ah, o rapaz de cima disse que a beleza é importante. Claro que é. Mas o belo é individual. Então, o rapaz a chamar de feia não é motivo pra magoá-la. No ensino médio me chamaram de feia mil vezes e eu me acho bonita. Que bom. Devia ser assim com todo mundo.
    Doído o texto. Aposto que já falaram isso pra mim mentalmente muitas vezes. Pra todas as outras. E pra todo mundo.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  12. Um grande (e belo) chute no estômago. Verdades precisam ser ditas.

    ResponderExcluir
  13. Que injusto! E que cretino! Não sei se adianta ser honesto só no final, deveria ter sido desde o começo.

    Fora isso o texto é incrível, me fez sentir exatamente o que deveria dele.

    :**

    ResponderExcluir
  14. Será que ela é feia mesmo? Ou ele não se atreveu a conhecê-la melhor?
    E dizem que as palavras são capazes de ferir mais que os gestos... Nesse caso tenho que concordar, o texto é bem pesado, mas expressa muito bem tua idéia.
    De gente cretina o mundo está cheio :/ mas, às vezes é melhor a verdade, mesmo que de forma cretina, do que se iludir por um amor imaginário e se machucar muito mais depois. Nada como um dia após o outro para se reerguer.

    ResponderExcluir
  15. Oie.
    Nossa, forte isso !
    Vou ter que concordar concordar com o rapas ali, o início parecia um diálogo da morte. O que não seriam tão fortes quanto as palavras que seguiram...
    Rejeição e pé na bunda são um saco. A vida é uma droga surpreendente quando se trata de amor...

    Bjoos
    http://www.azul-calcinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Bom dia!
    No inicio do post pensei que quem estava narrando fosse a morte, já que você citou que o que iria acontecer era inevitável. Infelizmente eu gostaria que tivesse sido narrado por ela. Esse cara foi muito cruel, esse tipo de coisa não se fala/faz. Antigamente eu teria a mesma reação dessa garota (fuzilar com o olhar, achar ele o mais imbecil do mundo e depois... voltar pra ele). Já vivi uma situação muito parecida com ela, e doeu aqui dentro ler suas palavras nessa manhã.

    Beijos,
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  17. puts, palavras? cadê ? as minhas sumiram. Acho que não gostaria de ouvir isso de ninguém, mas de alguma forma a gente acaba se lembrando de alguma coisa parecida.

    ResponderExcluir
  18. Minha Emilie favorita, iniciei lendo achando que seria alguém/personagem que machucado vingava-se com palavras do outro, mas o envolvente texto, vai criando uma espectativa muito cruel, senti angústia lendo ( e isso é genial), e de certa forma, acredito que quase todo mundo deve ter passado uma vez ao menos na vida, a rejeição...as palavras, como elas podem ser crueis, como elas podem ferir tanto sem ao menos ser um objeto, daí fico imaginando o estado, o rosto, a alma de quem ouve o que é dito, poderia ser eu. É um texto carregado de emoção ou da não emoção, dos enganos que a vida nos reserva a cada esquina. Emilie, teus textos tem me tirado do sério e me deliciado, sentimentos e palavras, o que mais gosto, palavras e muito sentimento, dor, raiva, solidariedade, amor, desamor, rejeição...
    ps. Meu carinho meu respeito e meu abraço.

    ResponderExcluir
  19. Eu também pensei que era a Morte pedindo desculpas quando li o início, o primeiro paragrafo dá um texto perfeito sozinho!
    Seja lá quem for que falou essas coisas (espero que não seja autobiografico), é realmente um imbecil, cretino, desvirtuado, que bom que ele sabe.

    ResponderExcluir
  20. Isso foi ótimo de ler e talvez tenha me encaixado levemente com o personagem, pois eu sou o tipo de pessoa que não pretende amar e não quer ver alguém ferido, principalmente uma amizade perdida. Dito isso estou fascinada com tais palavras escritas. Algo forte e emotivo. Não sei mais o que dizer além de ter gostado muitíssimo.

    Once Upon a Time || out-samy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Nossa... tipo de texto que a gente não espera ler, não imagina o final e fica ali fascinado a cada palavra. Causa desconforto em quem se identifica com o rejeitado e alívio pra quem se identifica como quem rejeita. Parabéns!

    www.amoresefemeros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz