O baile (por Amanda Tôrres)


As luzes, a música, as luzes outra vez, gente rindo. A sala parecia girar no ritmo das caixas de som. Algumas bolhas de sabão caíam do teto. E eu me sentia meio zonza. As luzes estavam coloridas demais, os corpos pulavam demais ... e então ali estava você. Minha boca formou um sorriso e eu não sabia exatamente o  por quê. Você me olhou de lado e eu tentei te afastar da minha mente. Alguém agarrou meu braço, eu não conseguia entender o que a pessoa gritava. Eu voltei meu rosto naquela direção, mas seus olhos verdes já não estavam mais lá.

Eu me aproximei daquele balcão, tentando imaginar onde você estava. A música voltou a me deixar zonza. E então, você surgiu do outro lado. As bolhas de sabão entraram na sua frente enquanto  você sorria. Foi arranjando espaço entre aquela multidão de gente dançante.

"Precisa de ajuda?". Vi a sua boca se mexer, e sua mão se estendeu na minha direção.  Mas foi a minha cintura que ele segurou quando eu pulei para o outro lado.  Ele não sabe o quanto aquilo o deixava encantador, mas eu sim.

As pessoas ao nosso redor começaram a pular na mesma sintonia. Suas vozes se sobressaiam a da música e aquelas malditas bolhas voltaram a cair. Só que dessa vez eu não me sentia zonza. Suas mãos me puxaram para mais perto, me apertando contra o seu corpo, e eu vislumbrei um sorriso antes  de conseguir colocar as mãos em seus cabelos. Foi quando a música parou de fazer sentido.

Escrito pela Amanda, do Barrados no baile

Quer ter seu conto publicado aqui? Selecione o seu melhor texto e mande para autoradoblog@live.com (lembre-se de mandar um conto curto).
Imagem: Anton Nikitin 

Comentários

  1. Sabe, Amanda, lá no comecinho. No auge dos meus dezoito anos, costumava escrever um monte de contos com temáticas românticas. Alguns deles vieram para nesse blog, claro. E é legal notar o quanto a gente cresce partindo de uma escrita simples, mas honesta. Eu adorei o conto, como já falei por e-mail. Espero que tenha gostado da edição e da imagem :)

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito desse conto, acho que todos ficam tontos com esses bailes rs Ficou muito bom o conto, gostei mesmo!
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei das palavras da Amanda, simples e delicadas :)

    ResponderExcluir
  4. Que romantico *U* Chega a iludir as vezes né?!

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  5. Bobinho, não?
    Até me fez lembrar, também, das coisas românticas que eu escrevia há uns dois/três anos.

    Fofo <3

    ResponderExcluir
  6. Mas é assim mesmo, a gnt fica tão ansioso, que as coisas ao nosso redor perde o sentido :)

    ResponderExcluir
  7. Que fofo, adorei esse conto, bem romântico
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto, fofo e intenso :) muito gostoso de ler :* beijos

    ResponderExcluir
  9. Que bonitinho, é tão louca essa coisa de começar a sorrir sem entender porque e sem se dar conta de que o momento é perfeito.

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  10. Eu tinha costume de escrever textos assim, mas eu não sei, ele se foi. Admiro muito quem escreve e como escreve, sempre conseguimos encontrar fragmentos daquela pessoa no texto, e sempre há uma parte que sentimos que foi escrita pra gente *-* Que saudades que deu de escrever agora.
    Passando para te desejar uma ótima semana!
    Beijo grande.
    yarasousa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Esse sentimento é tão bom, são sorrisos tão sinceros :')

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  12. Ai que lindo, adoro gente que escreve contos! Essa ficou super lindo e romântico ♥

    ResponderExcluir
  13. Muito lindo o conto da Amanda!
    Adorei o toque sutil das bolhas, e como os personagens se entrelaçavam.
    Parabéns!

    Tecido Doce
    Sorteios

    ResponderExcluir
  14. Que texto mais romântico, Amanda!
    Adorei, lindo demais <3
    Beijos e boa semana, Emily (e Amanda) <3

    ResponderExcluir
  15. Que descrição, que suavidade, visualizei muito bem a cena e isso é sempre um mérito para um escritor, ainda que a temática seja simples. Aliás, não vejo problemas em contos assim.

    Beijos,
    L.
    http://ideias-defenestradas.blogspot.com.br/

    P.S.: Provavelmente é maluquice minha, mas lá no começo eu senti a presença de uma música do Apanhador só. Como que embalando a história. :)

    ResponderExcluir
  16. Que texto mais gostoso, Amanda.
    Me deu vontade de estar num bom lugar, com uma boa companhia.

    ResponderExcluir
  17. Muito romântico mesmo.
    Adorei, adorei.

    http://shelikesrockn-roll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. que texto maravilhosooooo, muito encantador, deixando transparecer sensações, eu já conhecia o blog da Amanda, mas nunca tinha visto esse texto.

    Myllena,
    Minhas Pequenas Verdades

    ResponderExcluir
  19. Que conto super fofo *o* Me faz lembrar de tantas coisas rsrs Parabéns pelo texto Amanda!

    estrellando.com

    ResponderExcluir
  20. Achei lindo, e adorei a forma como ela explorou as sensações e emoções durante o conto. Me deu vontade de ir uma festa, e arrumar um breve romance de noite! Haha

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito do texto.
    Acho que tirando as bolhas todo mundo já passou por isto.

    www.cchamun.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Adorei o conto! Fiquei me imaginando com um desses garotos hot em um daqueles bailes de colégio americano haha #sonho
    -xoxo

    www.s2juuh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Deixei minha mente entrar de um certo modo no conto De tal simplicidade...
    Gostei. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Muito bom! O melhor é que quem lê,imagina cada cena do conto!
    Adorei! :)

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. muito fofo né suzi *-*

    nossa, esses contos são demais, adoro quando você coloca contos de outras pessoas ^^ a amanda mandou super bem :D

    bem envolvente e emocionante ^^

    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
  26. Que fofo! Concordo com os comentários, a imagem fica tão nítida na minha mente enquanto leio, imaginando cada detalhe.
    Eu costumava escrever poemas antes, só por diversão e não era nada bem escrito como os contos daqui, mas acho divertido reler às vezes. :)

    ResponderExcluir
  27. Gostei do conto! Fofo e com um toque de inocência e romantismo que deixou tudo ainda melhor.
    Bjs!
    Obrigada pela visita no Raízes Firmes!
    Fica com Deus!

    http://raizesfirmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Acredito que todo mundo já passou por isso...
    Me fez lembrar de quando eu tinha os meus 17 aninhos... tempo bom.
    Parabéns!!!

    http://inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br/
    Beijo!

    ResponderExcluir
  29. super cute. adorei o conto. leve. ótima leitura numa tarde ensolarada.

    ResponderExcluir
  30. Eu to arrepiada com esse texto. To com uma curiosidade gigante de saber mais sobre essa história, de entrar no universo deste texto, conhecer os personagens e é raro isso acontecer. Escreve um livro haha, please!

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  31. Nossa, passei tanto tempo longe da internet que só agora fui ver seu e-mail Suzi. Que lindo tudo isso, muito obrigada pela oportunidade de aparecer aqui e os comentários de todos você são lindos e realmente inspiradores.
    Sobre escrever um livro .. bom, isto está em andamento.
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Ai, que amor de conto! Ele é bem simples, não te dá problemas, dilemas... é só um sentimento. E isso é adorável.

    ResponderExcluir
  33. Olá, gostei muito de vir conhecer este blog... li alguns textos e achei a proposta bem interessante. Gostei muito de ler este em especial, foi legal imaginar a cena e foi muito bem escrito.
    Um abraço!!
    http://duasepocas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz