Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

O Pequeno Marciano - Prólogo

Imagem
“A fronteira final é quebrada.O homem não mais está preso ao seu precioso planeta azul. Agora ele pode esticar a mão e alcançar seus planetas vizinhos. O Sistema Solar tornou-se um campo de pesquisas. Primeiro Marte, transformado em um globo industrial, unindo a pesquisa por novos minérios com a construção de máquinas avançadas baseados nos metais e energias descobertos. O planeta vermelho, com tanta fumaça e metal, agora é cinza. Pobres operários que resolvem começar famílias por lá, constroem seus barracos onde tiver espaço. Enquanto isso, a Terra tornou-se o planeta dos ricos. Apenas os de mais alto nível vivem no planeta azul. Júpiter já está em processo de colonização. E os outros planetas não saem da vista do Presidente da Terra.”



Um velho senhor, em sua cadeira de rodas rústica, é empurrado pelos corredores de uma prisão, até os pontos mais restritos do edifício. Enquanto atravessava, o idoso sentia-se nostálgico, lembrando de quando teve de visitar a mesma prisão, ainda jovem, …

O baile (por Amanda Tôrres)

Imagem
As luzes, a música, as luzes outra vez, gente rindo. A sala parecia girar no ritmo das caixas de som. Algumas bolhas de sabão caíam do teto. E eu me sentia meio zonza. As luzes estavam coloridas demais, os corpos pulavam demais ... e então ali estava você. Minha boca formou um sorriso e eu não sabia exatamente o  por quê. Você me olhou de lado e eu tentei te afastar da minha mente. Alguém agarrou meu braço, eu não conseguia entender o que a pessoa gritava. Eu voltei meu rosto naquela direção, mas seus olhos verdes já não estavam mais lá.
Eu me aproximei daquele balcão, tentando imaginar onde você estava. A música voltou a me deixar zonza. E então, você surgiu do outro lado. As bolhas de sabão entraram na sua frente enquanto  você sorria. Foi arranjando espaço entre aquela multidão de gente dançante.
"Precisa de ajuda?". Vi a sua boca se mexer, e sua mão se estendeu na minha direção.  Mas foi a minha cintura que ele segurou quando eu pulei para o outro lado.  Ele não sabe o q…

O rosto de Joseph

Imagem
A lenda diz: "No dia de São Joseph há um fenômeno na floresta de Baltimore". O fato fora, há muito, silenciado pelos velhos da pequena vila. Tudo o que se sabe é o que sussurro das mães contam aos filhos.  - Estão prontos para a ouvir uma história fantástica? - disse Ana, aconchegando os filhos na cama.
- É verdadeira? - perguntou o pequeno Gabriel enquanto Eduardo, calado, observava a mãe sorrir.
- Depende de quão extraordinária a história lhes parecer...
... Todo o dia de São Joseph uma criança da vila era escolhida para ir à floresta de Baltimore. Ela era escoltada por adultos, portando tochas, até certo ponto. Diziam ser seguro, visto que nenhuma criança fora engolida, dilacerada ou - simplesmente - adoecesse depois do ritual.

Mas, voltemos um pouco. Deixemos Grace com sua tocha e seus olhos assustados para outra hora. Retornemos ao dia, ao homem, ao fato. Joseph tinha quarenta anos, lenhador, carpinteiro e tudo o que mais lhe pedissem para ser. Era muitíssimo pobre. Pos…