Cristal Negro (por Caio Muller)

          

     As finas gotas de sereno caiam sob seu fúnebre rosto juvenil, como agulhas vorazes sob um odiado boneco de magia negra. O vento gemia fantasmagoricamente, impondo seu respeito por cada fresta de cada canto daquela casa empoeirada onde ele um dia já fora inigualavelmente feliz. 


   Ela... A moribunda que jazia ali pendurada por seus próprios laços, erguida por seus arrependimentos, acabara de desistir de sua última luta. Por fim, uma lágrima cristalina nasceu de seu olho direito, tão pura, escorreu cada centímetro de seu caminho natural até parar em seu queixo sereno. Agora a lagrima estava negra. 

    Surpreendentemente, no mesmo instante ele apareceu, saindo de sua velha casa com aquele velho sorriso cínico que ela tanto amava - mesmo sorriso que a fez se apaixonar milhares de vezes repetidamente - e andou até o jovem corpo pendurado na mesma árvore plantada no dia do seu nascimento. Então ele a tocou pela primeira vez. O jovem já não há muito tempo ali por culpa dela, e ela acabara de partir por falta dele... 

Recebi o conto do Caio faz um tempo. Ele não possui blog, mas supostamente tem um Twitter (?), e endereço eletrônico (pra quem quiser conhecê-lo). 

Imagem: this world by Rob Aparicio.

Comentários

  1. Uau, perfeito! Já estava imaginando um complemento. Na minha opinião, Caio tem que criar um blog!
    <3

    ACESSO PERMITIDO.

    ResponderExcluir
  2. Adorei, muito bom e ainda deixou aquele gotinho de quero mais
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com o Elcimar, o Caio tem que criar um blog, o texto é lindo...
    Beijos
    sogarotasteen.blogspot.com

    PS.: Obrigada pela observação no meu blog.

    ResponderExcluir
  4. Amei, lindo, ele escreve muito bem mesmo *--*
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. O Caio está perdendo tempo, ele deveria criar o blogue.
    www.cchamun.blogspot.com.br
    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
  6. Moribunda é uma palavra engraçada e triste ao mesmo tempo, prendeu minha atenção, haha, fiquei pensando sobre ela aqui.

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  7. Com certeza um conto que deixa a gente com vontade de ler mais.
    Ele bem que poderia ter um blog.

    Um beijo!

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Uau! Ele escreve muito bem, é um desperdício não ter um blog!
    Amei :)

    ResponderExcluir
  9. Emilie adorei o texto do Caio, muito bom, gostaria de vê-lo mais aqui :) escreve bem ! beijinhoos

    ResponderExcluir
  10. Que conto perfeito. Quero mais! Amei :D
    beijos

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale
    @maioordeidade

    ResponderExcluir
  11. Nossa, ele escreve super bem. Ele deveria ter um blog para publicá-los. Adorei. Gosto quando alguns blogs postam contos e textos de seus leitores.

    Beijão, Lari.♥
    Vitamina de Pimenta
    @laricrazy_

    ResponderExcluir
  12. Que bonito esse conto *---*

    ResponderExcluir
  13. Que lindo. Esse é um daqueles textos que te fazem pensar, pensar e pensar no que o autor realmente queria dizer...

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Gente, esse menino tem que criar um blog, ele escreve muito bem!
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie =D

    Gostei bastante do conto. Melancolico e sombrio, mas ao mesmo tempo bonito. Parabéns para o Caio!

    Beijos e um ótimo feriado!
    ;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    pS: A série Walk é composta por três livros; O Encontro (I), O Caminho (II) e A Felicidade (III).

    ResponderExcluir
  16. Lindo o conto!
    -xoxo

    www.s2juuh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Lindo texto.
    Meus parabéns para Caio e para vc que nos permite essa rica oportunidade de apreciar a criatividade alheia. Beijos

    P.S: gente que tem twitter. Já gostei :)

    ResponderExcluir
  18. Que conto gostoso de se ler!
    Já li algo do Caio antes (se for o mesmo rapaz que eu estou pensando) e o mocinho escreve bem demais.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  19. Concordo!
    Caio tem que criar um blog!
    Ele escreve muito bem, elabora a história de forma rica e completa.

    Tecido Doce

    ResponderExcluir
  20. ele tem q criar um blog...
    adorie o jeito de escrever dele. ou ate msmo fazer um livro seria bom
    bju

    http://aieuvivantagem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. a saudade dói tanto, querida Emilie, mas vir aqui já me alivia um pouco o coração. palavras sempre bonitas que tens para os teus leitores <3

    ResponderExcluir
  22. https://m.facebook.com/caio.muller.7393

    Ele precisa de incentivo, mas leva mto jeito com as palavras. ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz