Meu complexo - Parte 2

A sardenta da foto sou eu, Bernadete da Silva Oliveira. Detesto esse nome (parece nome de vaca!). Meus pais são do interior, então acho que foi por isso. Deram-me o nome da minha vozinha falecida. (Mas que ele é feio, isso é). Ah, sim, me chamem pelo apelido.Bel,como sou conhecida pelos amigos e colegas, e principalmente, pelo Bê.

As nossas férias começarão amanhã, e adivinha? A família toda vai para a chácara da vovó, o que significa que o ele irá também (a chance perfeita!). Preciso apenas ficar à sós com ele. Não será tão difícil quanto resolver um problema de álgebra avançada...pensando melhor, é bem pior do que isso porque tem a ver com a minha vida. Uma decisão mudará tudo (ou quase). 

Estou escrevendo do ônibus (sim, alugamos um ônibus), no laptop do meu pai. Vocês devem lembrar que contei que não possuo diário. Pois bem, esses relatos são mais para não esquecer momentos tão importantes. Estou tão perto de conseguir o que quero... brevemente, minha história estará no meu blog para quem quiser ler. Estou tão confiante! Hoje ele me comprou um lanche, assim, sem eu pedir nada.  

Fiquei imaginando coisas, criando castelos. Mas há uma pontinha de incerteza, nervosismo e insegurança. Sei que não sou muito bonita como a Paulina, a garota mais popular do colégio. Nem tão inteligente quanto a Milena, minha melhor amiga. Tampouco esperta. Sou péssima em qualquer esporte. (Já puderam notar que não me destaco em nada). Ele perguntou se pode sentar ao meu lado (meu coração faltou saltar do peito, palpitante e alegre). Sei que poucas garotas têm a chance de ouvir isso de quem gostam. Então, estou fazendo isso por todas vocês! 

Faz mais de dez minutos que entrei no ônibus, acho que é para garantir que ninguém me tome o melhor lugar (também para garantir que ele sente ao meu lado). Seis horas de viagem. Será um sonho. Nunca passei tanto tempo com o Bê. (Mas, ainda assim, não valerá por todos os anos em que gostei dele em segredo, se for comparar...). 

Comentários

  1. Essa história é real ? Ando tão perdida na blogsfera ultimemante, de qualquer forma, estou curiosa pra ler a continuação :)
    bjs
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, o tanto simples e intensa, gostei. Valeu pelas dicas. até mais. http://desventuras-em.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Aaawn, a história é viciante e vivenciante! <3 ADOREI!

    ACESSO PERMITIDO <3

    ResponderExcluir
  4. adorei o post. parece bem real mesmo..
    adorei o blog
    bju

    http://aieuvivantagem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que lindo,quem nunca passou por momentos assim. (tem continuação?)
    beijos

    ResponderExcluir
  6. melhor coisa é garantir o lugar ao lado e por 6 horas, acho que ela consegue hein *-*
    hahaha

    adorando o conto, simplesmente.

    Heart Sugar Cubes

    ResponderExcluir
  7. Oie Emile!

    Ah!! Adorei o texto! Ele pareceu ser muito real, me senti como uma pessoa que escuta um desabafo de uma amiga sabe.

    Parabéns!

    Beijos e um ótimo domingo para você =)
    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Que fofinho! Acho que nós duas resolvemos investir nesses contos mais colegiais, não é? Eles são sempre muito fofinhos, acho que precisamos de fofura nesse mundo (não ligue, eu estou feliz!).

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Seis horas de viagem ao lado de quem se ama? Mágico! *-*

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  10. aaaa meu Deus, preciso saber logo o que acontece nessa viagem!! To adorando!!
    -xoxo

    http://s2juuh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Cada vez mais me pergunto como você pode escrever algo que pareça tão real,estou amando essa história *-*
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nossa, não acho que pareça nome de vaca, ahaha :O

    Beijos e ótima semana
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  13. Emilie adorei a história, já tive um amor em segredo, cada momento ao lado da pessoa que gosta se torna mágico, bjus

    ResponderExcluir
  14. Flor, gostei muito do teu texto, conto, enfim, amei!
    Eu gostei da Bernadete desde o começo, mas uma pitadinha de auto-estima seria ótimo! rs
    Gostei da naturalidade dela, e de como tudo foi fluindo.
    Mas vem cá, tem continuação não é?
    Ansiosa aqui!

    Um beijo,
    e uma linda semana!
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Viagens são quase uma porta para o subconsciente! rs
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  16. Que sardenta tão linda. adorei o texto.

    ResponderExcluir
  17. Amando essa sequência de texto.
    Fico super curiosa.

    Beijos

    Moda na Janela

    ResponderExcluir
  18. Já disse que gostei desse estilo diário de escrita e continuo adorando :)

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  19. história viciante. parabéns porque escreves muito bem :)

    ResponderExcluir
  20. Que amor! E que meninha mais fofa essa da foto! Saaardas! *w* Espero que esse amor tão inocente seja correspondido!

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  21. Assim como algumas pessoas que comentaram, eu também tive a sensação de estar lendo um relato, coisa real mesmo. Gosto dos textos que são postados aqui, acho bem escritos. ;)

    ResponderExcluir
  22. Gosto do estilo dos textos aqui.
    E essa foto é linda, da Bernadete :)

    ResponderExcluir
  23. Ameeei o texto, me pareceu tão verdadeiro! Muito lindo...
    Beijos

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Que fofa é Bel :)
    Estou ansiosa para saber se ela vai conseguir publicar a história dela no blog, afinal de contas ela vai ficar com o Bê?


    Tecido_Doce

    ResponderExcluir
  25. O mais perto que já cheguei disso é escrever em avião. Cara, ninguém se destaca em nada - sempre vai ter alguém que faz melhor. As pessoas perdem muito tempo tentando ser melhores que todo mundo, ou então diferentes de todo mundo... Sendo que não dá.

    Bernadette, you are my liberty, I celebrate the day that you changed my history. Life and death - We'll always lead you into love and regret
    (é uma música do Iamx. Bem, ele é uma bicha muito louca, mas essa letra não é nada gay. Rs)
    Bernardete é um nome é foda. Parece nome de prostituta romântica.

    ResponderExcluir
  26. Traumas? Como não vive-los?

    Muito bom o texto! ;)

    ResponderExcluir
  27. Nossa, me vi inteira no seu texto. Vai ter continuação? Já quero ler *-*

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale
    @maioordeidade

    ResponderExcluir
  28. Duas realidades diferentes, mas confesso que o seu texto convence o leitor, ótima descrição de fatos. Xero, fia.
    http://pireidevez.com

    ResponderExcluir
  29. Bernadete é bacana, mas ainda prefiro Milena.

    ResponderExcluir
  30. Os olhos são lindos, e o jeitinho angelical é um charme. E bel é tudo.

    Tens alguma coisa contas as vaquinhas? rssss

    ResponderExcluir
  31. Suu, to esperando ansiosamente pela parte 3 *-*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz