CCN-SR: Capítulo 8 - Treinamento


"Confusões de uma Colegial e seu Namorado-Servo Robô"





“No capítulo anterior: Nicholas resolve um caso envolvendo a princesa malvada da escola, Kamila, enquanto investiga o próximo passo do inimigo e aguarda o retorno dos heróis, Thiago e Diana”


– Mais uma vez. - comandou a bruxa.

– Ok. - o robô, numa forma insectóide com antenas enormes e um canhão azulado no braço direito, treinava tiros com a sua parceira em um campo verde e arborizado.

Fadas, escondidas em arbustos e buracos nas árvores, assistiam curiosas as ações daquela criatura diferente trazida para o mundo delas pela sua amiga feiticeira. Era algum tipo de cavaleiro, com tantos tipos diferentes de armaduras e armas? Uma nova espécie mágica? Indiferente, as pequenas criaturinhas se divertiam assistindo ao show. “Parece uma barata branca, huahahahah” caçoava uma, rindo com as outras. A bruxa lançava bolas usando levitação e o robô atirava, sempre acertando o alvo.

– Olha, para uma memory que significa “intuição”, não demonstra muito disso. - notou Diana.

– Talvez tenha algo a ver com essas antenas ridículas. - reclamava o oficial.

– Hum... Façamos assim então.

A bruxa pegou a varinha e invocou três baldes, colocou-os um ao lado do outro na grama. Depois tirou um pedaço de tecido da bolsa e vendou o parceiro. Colocou uma pedra em um dos baldes, os misturou,  girou e empurrou o amigo para longe dos objetos..

– Certo... Agora você tem que achar os baldes e descobrir em qual deles está a pedra, e não vale olhar.

– E como vou achar desse jeito?

– Tente se concentrar... Quem sabe a memory não ajuda?

– Acho isso desnecessária essa “Intuition”. Para que eu preciso disso, sou um robô avançado, posso simplesmente fazer algumas análises e calcular...

– Mas nem sempre teremos pistas suficientes para analisar... As vezes precisamos seguir nossos corações...

– Ora essa...

Thiago parou pensativo, pensando na área em que estava. Concentrava-se na vontade de encontrar o objeto. As antenas começaram a moverem-se, tremendo e reagindo a alguma coisa. Thiago seguia para onde as antenas o atraiam. Apesar de parecer perdido, seguiu o caminho correto até os baldes. Abaixou. As antenas passavam por cima dos objetos, como que os farejando. Segurou o balde certo e retirou a pedra.

– Isso foi fácil - falou afastando a venda da vista.

– Viu como tudo serve para alguma coisa?

– Ah, mas eu apenas fiz o que qualquer inseto faria, isso não faz de mim um - -

O robô de repente parou de falar. As antenas tremeram violentamente. Teve uma visão. A visão de um homem mascarado em seu esconderijo. Seus seguidores rodeando um grande pedestal, enquanto uma grande quantidade de energia era absorvida para o centro durante a prece dos mesmos.

– Eu sei...

– O que?

– Eu sei onde ele está Diana. O Anônimo...

– Nossa!! Precisamos voltar então.

– Ainda não... Não estou forte suficiente. E só conseguimos liberar apenas duas memories novas. E uma delas nem funciona.

– Talvez ainda não esteja na hora. E falando em memories que não funcionam, apesar de você ter se apaixonado por aquela chatonilda, não apareceu nenhuma “Love” Memorie.

– É verdade... Não sei porque.

– Acho que você não compreende o amor o bastante para isso acontecer.

– Pode ser... Cadê o dragão? Precisamos voltar.

– Eu mandei ela cuidar do Nicolas enquanto não voltamos. E bem... Ela não é exatamente um dragão.

– Como assim?

– Vamos voltar para o vilarejo, preciso descansar. Depois planejamos como nos aproximar do mago.

Diana e Thiago partiram para a vila, acompanhados das fadas curiosas, cheias de perguntas para a amiga bruxa sobre os outros mundos e os amigos estranhos que fez.

“No próximo capítulo: O detetive vai mais a fundo na investigação dos desaparecimentos e da nova seita. Uma visitante inesperada aparece para ajudar. Alma de Dragão”

Comentários

  1. Te desejo um Natal cheio de luz, de vida, de sonhos. Que 2013 chegue todo iluminado, trazendo paz.

    Feliz Natal e Feliz Ano novo para você e sua família.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Estou adorando o desenvolvimento desta história!
    Espero que você a transforme numa real obra depois! Adoraria lê-la, e num formato impresso!
    Está bem diferente de tudo que já vi do gênero antes. Estou animado!
    Abraço,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  3. Vou guardar direitinho e vou ler e depois eu digo o que eu achei.

    Bjs
    http://turnthepag.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ah, estou amando esta estória. Adorei a nova memory, "intuição" foi bem orginal e imagino este dragão...

    Aaaah, que legal, também sou apaixonada por Natsume Yuujinchou ♥

    ResponderExcluir
  5. Adorei Felipe, toda vez que leio fica imaginando as formas e situações, adorei esse capítulo, beijão

    ResponderExcluir
  6. Sempre que venho aqui gosto de dar uma conferida nessa sua história, e ela anda cada vez mais bacana.

    Tecido_Doce

    ResponderExcluir
  7. Tá ficando muito bacana a sua história, Felipe!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. cara ta ficando muito louca essa historia
    me fala pleasseeee
    as fadas vao ajudar?
    amo fadas
    ahaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    radiopires.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. gente gente gente, que inspirador, preciso morar aqui. :)

    ResponderExcluir
  10. Oie!

    Ah!!! Mas a cada capitulo essa história vai me deixando mais curiosa rs... o engraçado é que sempre acabo dando um relida nos epsódios passados por que tenho medo de ter perdido algo importante nas entrelinhas.

    Só quero saber o que as fadas vão aprontar rs...

    bjus;***

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz