A quem interessar,


     Impulso é uma reação rápida a um ato. O segredo está no quão forte pode ser a natureza da ação causada, a força de vontade do individuo,sua inclinação psicológica, e tudo o mais que o faça parecer insano ao passo de tomar uma decisão apressada. Dentre poucas palavras, alguém sem controle próprio. Novamente, inclinação e tendências psicológica. Loucura levada até o seu limite, eu diria. Psiquiatras irão analisar. Passarão minutos de suas vidas em entrevistas tediosas, vasculhando a grossa parede de mente de um criminoso. Há algo na cabeça dos ditos "normais",inibindo-os para que não comentam atos abomináveis.Você deve conhecer como sensatez. 

           Não há esperança para a mente de um psicopata. Digo, se houvesse uma forma de fugir da fina malha de ilusão e falta de sensibilidade, eu não estaria aqui,do lado da não-liberdade.Vendo o sol nascer por entre ferrugens. 

           Foi dada a sentença de morte aos danados.Nunca fui muito querida mesmo.Sou essa coisa na qual me transformei."Um monstro",diziam.De qualquer forma, não quero fazer desta uma carta de despedida cheia de arrependimentos. Deixo claro que ainda não sinto. Sou um pouco assim,ausente de sentimentos.Difícil explicar.Assim que a injeção mortífera passar pelas minhas veias e danar tudo,quero que leiam isso. Pode ser que achem quando limparem a cela,pode ser que fique perdida nesse poço malcheiroso. Veremos quem lerá as minhas últimas palavras tortas...


--------------
A imagem de hoje foi uma indicação do Emerson, do Dramascópio. Algumas pessoas estavam me perguntando sobre o Desafio (clique aqui): você pode me indicar qualquer imagem (foto,ilustração,etc.) que farei um conto baseado nela. Entendido? Mas,tem que citar o autor da imagem (gosto de dar crédito). Podem deixar suas indicações nos comments. 

Comentários

  1. HAW HAW, SE DEU MAL
    Gostei do texto, e da imagem que o acompanha. Bem o tipo de coisa que costumo ler/escrever sobre. Acho que sou muito existencialista apesar de negar. Aguardando os próximos contos, as always.

    ResponderExcluir
  2. são impulsos do coração. por vezes ajudam-nos a ultrapassar estas fases mais cinzentas.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que texto diferente. Você conseguiu passar direitinho a sensação de ser, realmente, um psicopata em uma cela, foi isso que me chamou muito a atenção. Esta ótimo, sério.

    http://florescerepalavrear.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Amei esse conto, e essa foto também foi muito bem escolhida
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Emilie amo esse desafio, cada vez você faz melhor, adorei o texto, muuuito bom :) adorei a escolha da imagem! beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Que texto hein? Adorei
    Seguindo, se puder dar uma visitinha no meu blog =)

    http://shelikesrockn-roll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo? Aposto que nem leu U_U.Mas,ok...

      Excluir
  7. Além do psicopata, há também o sociopata. Mas acho que deve ser quase a mesma coisa, né? Algumas pessoas são mais frias, não por serem sociopatas ou psicopatas, mas por terem medo de se aproximar das pessoas e se machucarem, e com isso, controlam mais as emoções, a ponto de serem bem desapegados :C
    Beijos, Fernando =)

    ResponderExcluir
  8. a carta de alguém na fila do corredor da morte... imagina se todos escrevessem uma? que pesado!

    ResponderExcluir
  9. Uh, interessante o texto, amo o tema psicopatas e tal, tanto que pensei em fazer psiquiatria forense, mas antes tenho que passar em medicina, mas até lá...
    Acho meio complicado essas pesquisas que rebaixam o nível das pessoas para tais doenças e transtornos, sei lá, existem, mas é meio complicado...

    Bye o/

    ResponderExcluir
  10. muito obrigada :D
    texto muito bom

    ResponderExcluir
  11. Eu li as últimas palavras e não foram tortas, ao meu ver. ;)
    :*

    ResponderExcluir
  12. Gostei.
    Sinceramente, me surpreendo muito por aqui rs.
    Texto fantástico *-*
    Acho que sempre existe escolha, o normal e o macabro, mas pessoas más não se importam com essa decisão, acho que não é imposto pela mente. Mas para eles é tão normal quanto ser normal.

    Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  13. Gostei do texto,impulso é realmente algo incontrolável,sou impulsiva ao extremo :S
    wolftheideia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oie Emilie =)

    Ah! Esses impulso ... como uma pessoa levemente impulsiva eu sei bem as encrencas que eles nos mete as vezes.

    Hoje eu já respiro e conto até cem se preciso, mas é dificil viu rs...

    Seu texto é bastante interessante, pois acredito que a mente de um psicopata ou sociopata deve ser assustadora e perturbadoras.

    bjus;**

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  15. Acho que todo mundo tem essa impulsividade dentro de si. É algo natural, mas que pode tomar proporções imensas. :S

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  16. Gostei do conto, Emilie. Gosto bastante desse tom soturno e levemente macabro, tanto na leitura, quanto na escrita.
    Quanto a temática, só fico me perguntando se os psicopatas tem consciência de que não sentem nada...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Emiliiiiiiiiiiiiie ♥ QUE SAUDADES NEGA!1!! É só eu dar uma sumidinha que tudo muda por aqui, como assim? D: Pelo menos, esse seu jeito intrigante de escrever não mudou *o* Aliás, estava com saudades de vir aqui :c

    Enfim, acho que um psicopata tem seus sentimentos sim! Tem sentimentos até demais, mas como são pertubados e confusos acabam mostrando de um jeito torto/errado D: Mas esse do conto, me parece meio "carente", parece que esta com essa carência de alguém notar ele, ajudar ele a entender melhor as coisas... Por isso escreveu "essa carta" (pelo o que eu entendi, sim eu to lerda hoje).

    Bem, depois voRto aqui com mais tempo ta? Pink promess!

    http://rascunhosdasuuka.com

    ResponderExcluir
  18. Muito legal, adorei aquela parte que diz "sou essa coisa na qual me transformei", rs. Muitas veze me pego pensando nessa mesma frase, rs.
    Bjus

    Rafa
    Rafaelando.com

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito do texto, Emilie.
    Há muitas pessoas que agem por impulso, outras já planejam o ato (como o descrito na foto) há bastante tempo, são estes os chamados psicopatas. Ou não, né? Não entendo muito de psicologia. Beijão e baita semana <3

    ResponderExcluir
  20. Eu te desafio! Escolhi uma imagem.
    O nome dela é "O Beijo do Hotel de Ville", o autor é Robert Doisneau.
    Bjos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei duas fotos da autor. Vou usar a "oficial" que aparece no Google. xD

      Excluir
  21. cara muito bom esse texto
    vc é uma otima escritora
    nao sei pq vou dizer isso mas tem um livro do sidney cheldon que é a sua cara percebi isso quando li essa postagem pena que nao estou lembrada o nome
    ai ai ai vou pesquisar... pera aew... deixa pra la nao consegui me lembrar nem com a lista na minha frente mas lembro da historia
    enfim vamo parar de bla bla bla
    bjus

    radiopires.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Seu blog devia se chamar Emilie escreve muito bem :P
    Seus textos são ótimos!
    E amei a imagem.
    Acho que a gente é uma metamorfose pela vida inteira, pois estamos sempre mudando. Vivemos ciclos na nossa vida.

    Participe do sorteio:
    http://tecido-doce.blogspot.com.br/2012/10/mari-ribeiro-sorteio.html

    ResponderExcluir
  23. O problema é que nem todo
    psicopata, é o maluco da história! haha

    ResponderExcluir
  24. Psiu, lhe desafio!

    Aqui, a imagem: http://weheartit.com/entry/4151059/via/jehdovale

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua sugestão já está na lista! Obrigada por participar! xD. O ruim do Whe Heart é que eles não creditam as imagens. São tiradas de qualquer site. E eu vi que essa foi do Tumblr (bom,lá é a mesma coisa). Ainda assim,valeu. Está anotado :)

      Excluir
  25. Você é muito criativa ein!! Uau *-*

    ResponderExcluir
  26. Gostei bastante do conto, e da atmosfera mórbida que o rodeia. Achei muito legal a ideia do desafio, uma vez que, muitas vezes, uma imagem é o suficiente para despertar a nossa imaginação e nos fazer desatar a escrever as sensações que ela transmite.

    Você pode me achar louca, mas eu consideraria a psicopatia poética, se não fosse trágica. Algumas mentes conturbadas inspiram, ou estou errada?

    Estava com saudades daqui.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Gente tudo esta mudado até o seu nome Emilie ou Suzi (aliá por que suzi?) Bom gostei muito desse template, e seu conto? Maravilhoso, sabe de uma coisa achei a ideia do desafio ótima, vou procurar imagens e treinar minha escrita, vai lá que eu melhoro hein? Super beijo diva inspiradora ^3^

    meninasapeca-ms.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está ali no menu ("Afinal,quem é Emilie?") a explicação u.u. Emilie é o meu pseudônimo. Mas,sim,eu recomendo que vá treinando a sua escrita.Os seus diálogos já são naturais.Só precisa ver as outras partes^^

      Excluir
  28. ahuahuah que boom *---* fico feliz quando gostam do post ;)

    amei o conto, e esse dasafio também! caramba, parabéns *-*
    você tem muito talento para escrever ^^

    beijinhos :*
    bom feriado!

    ResponderExcluir
  29. Agir por impulso pode ter graves consequências.

    ResponderExcluir
  30. Desafio legal e você fez direitinho, o texto combinou perfeitamente com a foto. Parabéns.

    ResponderExcluir
  31. Respostas
    1. Aposto 10 reais como nem leu ¬¬

      Excluir
  32. "Digo, se houvesse uma forma de fugir da fina malha de ilusão e falta de sensibilidade, eu não estaria aqui,do lado da não-liberdade.Vendo o sol nascer por entre ferrugens."
    Adorei. beeeijoos

    ResponderExcluir
  33. Bah, ainda quero procurar uma imagem e te desafiar, já disse que amo seus contos inspirados em 'simples' imagens?! Esse foi um deles, diferente do que costumo ler por aí.

    Beijos!
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  34. "Mentes Perigosas" um livro cuja a autora é uma psiquiatra especializada em psicose, é o tipo de obra que nunca vou esquecer. Acredito que este tema meche comigo, sabe? Provoca uma sensação esquisita, de medo, insegurança e curiosidade sobre o que se passa no interior de alguém incapaz de se sensibilizar. Adorei a imagem, e este conto me lembrou muito Laranja Mecânica... Por algum motivo que não sou capaz de explicar. Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  35. tão inspirador, o teu blog. parabéns!

    ResponderExcluir
  36. Muito interessante vc se basear em uma imagem e ter a criatividade de escrever um texto em cima. Muito bom. Parabéns!!!

    Amei seu espaço aqui. Vc e o Felipe escrevem muitíssimo bem. São textos que prendem a nossa atenção e são muito, mais muito mesmo, criativos.
    Não estou seguindo seu blog ainda, pq não consegui. Acho que é problema do blogger, mas irei seguir com certeza depois.

    Esperando a sua visita. Bjus!

    http://inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. ótimo conto Suzi. ficou parecido (o tom, dentro da minha cabeça enquanto eu lia) das confissões dos psicopatas do ID sabe?! meio tenso, mas muito bom!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Dois gatos

Teste de Coragem

Teto de verniz