Começo indefinido



Uma palavra.
O ponto de partida para uma aventura literária.
Só precisava de um começo.

Pensando demais nas falhas.
Poderia escrever um poema?
Tentaria, mesmo que por mínimas expressões,
Dar a entender a angústia que a afligia?

Com qual motivação deveria fazê-lo?
O tema seria a labuta de todos os dias,
Um amor perdido,alguém, um livro,uma citação,
Um homem andando na rua, um gato correndo num beco?

Queria a suave sensação de prazer
Por ter escrito algo de valor.
Nada do julgamento dos outros,
Apenas sua própria satisfação.

Apenas uma palavra guiaria
As outras em fileira indiana.
Olhava para a tela do computador,
Fitava o editor de textos em branco.

Estou feliz por não ter furado o cronograma! E,gente, o Desafio está rolando. Se você quiser participar, e ter a sua sugestão postada aqui, mande um e-mail (contatoabs@live.com) ou um tweet para @blogabs, contendo o nome da ilustração/foto/quadro que farei um conto baseado nele. Nesse caso, a Simone não havia lido o regulamento, e me propôs um poema. Mas,ok. Aqui, está. Se puderam perceber, nem isso eu sei fazer direito xD (vale notar a falta de "inspiração" do eu lírico do poema).
Imagem: blue by ~stirfry6
P.S.: Alguém aí acompanha Doctor Who? Estou comentando os episódios aqui.

Comentários

  1. Seu poema ficou tão fofo. Não se preocupe com esta falta de inspiração, acontece com as melhores pessoas. Além do mais, com o nada, só os gênios tiram algo e eis aí sua obra. Parabéns.

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Saudações

    Devo parabenizá-la, Suzi. Este seu poema ficou deveras bonito.

    Acredito que inspiração é algo que você busca em algo que goste, que se identifique. Em épocas escolares, houveram momentos nos quais tínhamos que fazer poesias pessoais, seguindo algumas regras para tanto.

    Além disto, penso que a inspiração pode vir de qualquer momento, seja ele feliz ou triste. Para cada ponta da corda há uma direção à ser observada. É nisto que acredito.

    E mesmo que você diga que o seu "eu lírico" tenha tido uma falta de inspiração neste poema, fique sabendo que esta sua obra ficou realmente muito boa.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  3. As vezes me dá uma raiva por não conseguir expressar aquilo que sinto, fico reparando nos detalhes do editor do blog, sem nada para escrevr.

    ResponderExcluir
  4. Sinto muito isso, Emilie! Querer escrever pra minha própria satisfação, mas às vezes é tão difícil... Mas quando acontece a sensação é muito boa!
    Um beijo e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  5. Amei o poema,começos indefinidos sempre acontece.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Uma vez eu li que, quando a gente vai estudar, deveria fazê-lo sem música, pois a música manifesta sentimentos, o que não é bem indicado para quem vai estudar, por exemplo. Quando você escreveu

    "Tentaria, mesmo que por mínimas expressões,
    Dar a entender a angústia que a afligia?"

    Lembrei de quando eu busco dizer alguma num texto, preciso ouvir uma música antes, uma música que seja gatilho pro que quero dizer. E seu poeminha ficou lindo.

    E abri o site novo, enfim! E tá rolando sorteio lá, se curtir Assassin's Creed: www.discipulosdepeterpan.com.br

    ResponderExcluir
  7. "Queria a suave sensação de prazer
    Por ter escrito algo de valor."
    É a melhor sensação que escritores podem ter.

    ResponderExcluir
  8. Falta de inspiração, não, ficou 10!
    Amei seu poema!
    Beijão e bom findi <3

    ResponderExcluir
  9. Nunca mais escrevi poemas...

    ResponderExcluir
  10. Bah, eu gostei e muito do poema sim >< Tô amando esse desafio.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  11. o começo é sempre difícil, mas necessário.

    ResponderExcluir
  12. Emilie adorei o poema, parece ter sido bem difícil, um grande desafio esse, adorei! beijinhoos

    ResponderExcluir
  13. olha só... seu poema ficou ótimo!

    ResponderExcluir
  14. Gostei imenso de seu poema, Emilie. De fato, tudo começa com uma palavra. Depois é sentir o impulso literário que vibra dentro de nós.


    :3

    ResponderExcluir
  15. Me sinto assim esses dias. Parece que nada do que escrevo me satisfaz completamente ): Gostei muito do seu poema, você expressou um "bloqueio criativo" de uma forma mais bonita do que ele é na realidade SHUSHSD. Beijos Emily, boa semana!

    ResponderExcluir
  16. Nossa sinto muito isso, e é estranho ficar olhando para a tela em branco, me sinto péssima, rs.
    As minhas ideias normalmente aparecem à noite, quando já estou na cama, ahahaha
    Bjus

    Rafa
    www.rafaelando.com

    ResponderExcluir
  17. Seu poema ficou lindo, eu sempre me dou mal escrevendo poemas, tenho que admitir que esse estilo na minha vida, não existe mesmo! kkkk.. Mas parabéns!

    Tem post novo no Acesso Permitido - Entre pelo perfil ~.

    ResponderExcluir
  18. Ai, fiquei triste com seu comentário lá no "Discípulos de Peter Pan". Calma, nem triste de VERDADE, mas pareceu tão desacreditada da POESIA que é a juventude, acima de qualquer idade, acima de qualquer condição social, acima do físico! Ser jovem, pra gente, é escrever num blog, é falar besteira antes de dormir, é comer cachorro-quente com Coca-Cola no pé da fogueira! Ser jovem é mais do que "estar". É "SER" mesmo. Tem gente com 19 anos que já perdeu esse lado, que estuda o que não gosta, trabalha no que não quer e odeia se levantar da cama porque vive triste demais, sem ninguém ao redor, sem Vontade com "V" maiúsculo! A proposta do DDPP é, justamente, lembrar que a gente pode ser quem a gente quiser, que o mundo material não precisa dominar nossa mente (que deve ser ao contrário, esse processo). A gente quer viver de risadas e lágrimas que serão riscadas de nossos rostos pelos dedos dos amigos. A gente quer paz na família e uma sociedade utópica. A gente quer SONHAR. Isso é jovem. Por isso, o nome "Discípulos de Peter Pan" jamais será trocado. Pode ser que um dia ele ACABE, claro, a gente está sujeito a isso, às mudanças. Mas o agora é que importa, essa alegria, essa felicidade!

    E VAMOS FESTEJAR COM A GENTE, EMILIE! KKKKKKKKKKKKKKK
    Beijos enormes sem revisão de texto.

    @enriquecoimbra

    ResponderExcluir
  19. Ter a própria satisfação as vezes é muito difícil. Creio que ai é falta de auto-confiança em si mesmo.
    Seu poema ta lindo viu ^^

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  20. Você tem a vontade de escrever, papel e caneta na mão, mas falta exatamente isso. A primeira palavra, sei lá. O mais difícil é sempre começar rs

    obs: Adoro seus comentários, Emilie, você é uma das minhas melhores leitoras

    ResponderExcluir
  21. Man, mas que poema perfeito hein! *---*
    Estava vendo uns contos do Marçal Aquino que até animei em voltar a escrever poemas... Mas o útlimo conto que eu fiz parou e estacionou lá, tentar terminar ele antes... shaushau

    Já ouvi sim sobre a série, até procurei baixar, mas ficou só na procura... Eita preguiça! shausah
    O livro eu tenho ele bilíngue, quero tomar vergonha na cara e re-ler ele, mas na parte em inglês. Não tô pagando curso a toa né?! Não pode não! shausha

    Enfim, é só ~
    Bjs ~ o/

    ResponderExcluir
  22. Oi Emilie!
    Que lindo o seu poema. Sério, ele ficou tão fofo. Queria escrever tão bem assim, rs. :)

    Beijos,
    Mih.

    ResponderExcluir
  23. Quando a gente pensa demais no que escrever e resolve desabafar isso com o papel, geralmente o resultado são esses, algo belo. Eu sei porque pude comprovar isso no meu último texto, escrevi assim também, falando somente do meu hiato de escrita e no fim acabei adorando o que escrevi. Mas seu poema... Lindo demais! Saudade do tempo que eu conseguia fazer poemas. Desde que migrei para os textos, raramente consigo. Enfim, um beijo, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  24. Fala sério! Queria ter essa sua falta de inspiração, sério não digo para te agradar... Mas você escreve muito bem! Bem até demais, meu sonho é escrever algo que faça sentido rsrs. Sério demais parabéns!

    Ah não comentei na história do Felipe, e já que estou aqui rsrs Ficou ótima e espero ansiosamente pela a outra parte, Emilie você e seu blog maravilhoso! Como saber escrever textos sem deixá-los entediantes? Você tem o dom da escrita! Você o Felipe ;D

    Ah você é muito gentil em dizer que eu sou bonita, nem sou não viu rsrs! Super beijo!

    meninasapeca-ms.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oie Emile =D

    Lindo, lindo seu poema!

    E quantas vezes não olhamos para vida como se ela fosse um papel em branco, não é mesmo ...

    Lindo!! Parabéns!

    bjus;***

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  26. Que lindo o seu poema! :)
    Se pararmos pra pensar, nossa vida é como uma página do word em branco: nos esperando para escrever nela!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  27. Acho que todos nos queriamos escrever por nos mesmos nao é mesmo?
    Escrever quando der vontade sem precisar ter uma alegria,ou,dor para trazer inspiraçao. Mas nao se preocupe,pois isso acontece com todos nos.
    Beijos http://mesmosefossecinza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Se isso é falta de inspiração, estou ansiosa para ler algo seu quando estiver inspirada, rs.
    Adorei o poema e achei super legal, principalmente por ter sido inesperado, sabe? Mostra como você é boa, haha.
    Beijo!
    Tô seguindooo!

    ResponderExcluir
  29. Muito bonito esse teu canto.
    Gostei que só do teu palavreado.

    Flores.

    ResponderExcluir
  30. Falta de inspiração? Imagina quando estiver inspirada. Ameeei o poema, lindo!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  31. e talvez seja mesmo.
    resgata as palavras, elas estão (quase) sempre à nossa espera!

    ResponderExcluir
  32. Como assim não sabe escrever poema? hehe adorei!
    Às vezes, como achei que foi o seu caso, o eu-lírico "não sabendo o que escrever" faz com que nós nos sintamos mais perto do mesmo, como um amigo com quem ele conversa ao escrever :)
    Uma ótima semana pra ti!
    Beijo

    ResponderExcluir
  33. Ops, aqui estou eu meio perdida no tempo! acho que te desejei uma ótima semana em plena sexta-feira hehehe um ótimo fim de semana :) bjs

    ResponderExcluir
  34. "Um amor perdido,alguém, um livro,uma citação..."
    É... belíssimo.
    Queria eu me sair tão bem assim em poemas.

    ResponderExcluir
  35. parabéns o poema esta lindo

    ResponderExcluir
  36. Que poema mais lindo. Isso sempre acontece.
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  37. ainda sim, gostei da proposta e o poema ficou muito bom! você poderia arriscar mais vezes *-*

    ResponderExcluir
  38. Pois é, depois que tu falou isso fui notar que são bem tranquilas para usar na igreja...
    Mas falando nela, quando experimentei minha anágua minha vó já estava achando que eu ia de sweet lá... haha >.<
    Enfim ~ Bye o//

    ResponderExcluir
  39. Gostei do texto, e amei sua visita, rs.
    Foi super para mim encontrar o comentário de uma cacheada naquele post, de verdade.
    Haha, gostei muito do seu blog!
    Sobre o bullying, é normal, por mais perfeito que seja, sempre tem alguma pessoa despeitada para falar, mas graças a Deus os elogios são maiores!
    Volte sempre!

    Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  40. Eu amo poemas,e as vezes ate arrisco em escrever alguns.
    O seu ficou lindo parabéns :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz