CCN-SR: Capítulo 1 - Das emoções nasce um novo poder

"Confusões de uma Colegial e seu Namorado-Servo Robô"

Em tempos antigos, a alquimia era a principal prática na busca por conhecimento, unindo Magia e Ciência, até que as mesmas se separaram. Poderiam se unir novamente algum dia? Esta é a história de como dois estudos se reataram após eu conhecer o amor da minha vida em outra dimensão...”

Acabaram as férias. Que peninha. Os estudantes, zumbis de tanto sono, caminham para a perdição. Ou,pelo menos,é assim que chamam a escola. É só uma fase, calma. O frio chegando. Jovens reencontrando os amigos e colocando conversa em dia, alunos novos perdidos tentando encontrar suas classes. Chega a dar uma nostalgia. Classe 2-B. Sentada nas primeiras carteiras, Bruna. Cabelos castanhos ondulados e longos, óculos fundo de garrafa, escondendo os belos olhos azuis. Blusa larga e saia longa. Sempre carregando livros em mãos, às vezes mangás. Na parede, Paulo, o Rei da escola (ou seria Príncipe?). Sempre de bermuda, regata,e o boné virado para trás. Moreno. Capitão do time de futebol. Odeia massa.

Na janela, Kamila, a Rainha (essa é certeza mesmo). Cabelo liso e castanho claro. Sempre com sua saia curta,camiseta e tênis. Tira boas notas, ótima nos esportes, capitã do time de Basquete, membro do Grêmio Estudantil e Ex-Namorada de Paulo (e é por isso que anda muito irritada). No fundão, Nicolas. Loiro e tímido. É um aluno regular, apesar de passar o tempo todo escrevendo seja lá o que for naquele caderno negro. Um tanto sombrio. Anda sempre engravatado. A Professora Choi, entrando com a pasta de sempre na mão, acompanhava dois desconhecidos. Todos se calaram,observando o casal que acabara de entrar.

– Olha que milagre, não precisei calar a boca de ninguém hoje. - disse a coreana arrumando o óculos - Pois bem... A partir de hoje teremos dois alunos novos. Thiago e Diana.

– Hey! - falou para a classe a garota com mechas azuis e roupas góticas. Com um livro velho e enorme em mãos, fez “paz e amor” e piscou.

– Prazer em conhecer a todos - o ruivo fez uma reverência e cumprimentou os novos colegas. Já vestia o uniforme da escola, diferente da parceira.

Então,tudo começou. As garotas “secaram” o ruivo. Nicolas se apaixonou ,mediatamente, pela gótica alegre. Bruna pelo menino. Paulo teve um mal pressentimento sobre Thiago. Kamila viu uma oportunidade de vingança no mesmo. O ruivo sentou-se ao lado do loiro. A gótica na frente do parceiro. Logo começaram os boatos. Eram namorados? Irmãos? Estrangeiros? Ao que tudo indicava, se conheciam há bastante tempo. Andavam juntos toda hora, e apenas os dois. De vez em quando algum curioso os abordava, porém nunca conseguia informação satisfatória. Thiago ficou famoso rápido. O melhor aluno da escola. Sempre notas máximas, em todas as matérias. Chegou a receber proposta para ir à faculdade mais cedo. Recusou. Já a aspirante a gótica,era um caso oposto. Notas baixas. Quando chegava no final, fazia uma recuperação só pra não repetir.Entretanto,nunca adquiria interesse em nada além do próprio amigo,e do livro enorme que carregava para todo lugar. Bruna, notando uma chance de conhecer alguém com interesses próximos dos dela, tentou uma abordagem. Viraram amigas.

Talvez não tivesse uma relação tão forte quanto o ruivo.Mas,fez a proeza de se aproximar quando ninguém conseguiu. Nada que um desejo insaciável de ler entre as duas não resolvesse. De Thiago a aproximação foi mais fraca. Apenas se juntava à ela por causa de Diana. Porém seu coração apaixonado não desistiria do menino. Enquanto isso, a rainha perversa,Kamila,se preparava para colocar seu plano em ação. E assim o fez,em um dia qualquer, quando o sinal do intervalo bateu. Os alunos mais apressados cavalgaram até o pátio. Kamila abordou o garoto, impedindo-o de sair. Diana o chamou, ao lado de Bruna. A rainha insistiu. Thiago falou que logo iria atrás delas. As garotas subiram, um tanto preocupadas. O menino largou o ipad e escutou com atenção.

– Você é um garoto realmente incrível,não? Excelentes notas. Um corpo forte. Lindo e arrumado. Postura ereta. E eu sou alguém acima de todos nessa escola. E como toda boa rainha, eu preciso do meu rei. O que acha de ser ele?

– Vivemos numa democracia a anos, não precisamos de reis.

– Não, você não entendeu, eu quero namorar com você - a menina se aproxima dele, o acariciando e tentando o seduzir - Você não gosta de mim?

– “Gostar” não computa.

– Como assim não computa?

– Não consta nos registros.

– Mas,o que? - confusa, empurrou-o.

– Seguinte, isso não é mais uma proposta. Você não é nada, se acha o maioral,mas é um lixo. E eu vou mostrar isso para todos. A partir de hoje,você não será apenas meu namorado, mas meu escravo pessoal. OUVIU BEM? - determinada, apontou para ele.

Naquele instante Thiago sentiu algo estranho. Algo diferente. Novo. Sentiu um aperto dentro de si. O ipad começou a apitar como uma sirene. Desmaiou. Acordou em casa. As coxas de Diana serviam de encosto. Ele levantou ligeiramente. Corou, colocando a mão na boca. Fitou o corpo da amiga enquanto o corpo ficava mais quente. Não entendia nada do que estava acontecendo.

– Você precisa ver isso. - Com cuidado, a moça entregou o ipad branco para o menino.

A tela acendeu e uma mensagem em vídeo começou a rodar. Uma mulher de jaleco com cabelo de tigela e óculos falava.

– PARABÉNS! – a doutora jogou papeis coloridos picados e fez festa - Esperei tanto tempo por esse dia, meu menininho lindo sentindo emoções, EMOÇÕES! E quem diria que começaria com uma paixão? Muito bem para um máquina, não é?

– Emoções? Eu sou um patrulheiro robô, não posso ter... Uuh

O policial mecânico cai novamente. Tão alarmada quanto ele com a notícia, Diana o abraçou e o deitou no sofá.

– Por favor, só não me diga que foi por aquela garota estúpida metida a rainha. POR FAVOR, THIAGUINHO!

No próximo capítulo: A missão. A Rainha e um novo namorado? MONSTROS? A Bruxa e o Robô, das emoções surge uma dupla de heróis”.

Comentários

  1. Demorei um pouco pra entender que Thiago era um robô, rs. Nunca duvidei do fato de que máquinas podem sim se apaixonar. Ótima história.

    ResponderExcluir
  2. OMG,um robô se apaixonando? ele não vai ter um curto-circuito não? aa uma bruxa adoro :)
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da história, bem poderia virar um filme...Uma bruxa e um robô, que dupla hein?! Beijos <3

    ResponderExcluir
  4. Finalmente, lendo o seu conto. Espero que você não fique chateado comigo.Mas,como temos nos falado pouco,torço pra que leia os comentários depois:

    1.O seu problema continua sendo a pontuação. Tive que mudar algumas coisas durante a revisão. Sugiro que faça uma segunda leitura quando terminar de compor. Faço isso,vez ou outra.^^

    2. O capítulo ficou grande. E estou falando "grande" para o padrão de um blog.Tente ser um pouco mais sucinto. Bem, nem acho que a extensão de um conto seja o problema,porque você sabe que eu leio. Mas,acontece que as informações abarrotam o texto.Entendo que você esteja progredindo (já falei que você me ultrapassou há muito tempo) e que a descrição seja uma coisa gradual nos seus textos.Tenho ~pra mim~ que isso é algo com o qual esteja se acostumando, já que fora habituado aos travessões.Diálogos parecem ser a sua praia.

    3.Li uma parte da primeira versão no seu blog (ele ainda existe?),e você mudou muitas coisas,heim? Não lembro de ter essa introdução dos personagens. BTW,notei que suprimiu alguns capítulos aí. Recordo da "doutora" só aparecer no meio da história.

    4. A Kamila continua uma chata.

    ResponderExcluir
  5. Hahahah... adorei esse final, eu tbm pediria para que ele não tivesse se apaixonado pela garota metida, rs.
    Estou adorando acompanhar ;)
    Bjus

    Rafa
    www.rafaelando.com

    ResponderExcluir
  6. Gosh, não entendi bem no final, mas daí me toquei, eles dois, robôs e Thiago se apaixonando no final D: AHH, tem tudo pra me agradar essa estória, amei o Nicolas *O* rs Espero que ele apareça mais na estória <3

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  7. Oie =D

    Faz tempo que não passo aqui...

    Fiquei um pouco confusa no começo da história, mas depois liguei a imagem com o texto e as coisas ficaram mais claras rs...

    Achei super bonitinha *-* Quero ler a continuação!!!

    bjus;***


    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Achei que seria uma história muito maluca. Depois, comecei a cogitar a possibilidade de ser mais um romance clichê tipico de filme americano. E agora, estou perdida entre minhas duas hipóteses.
    Gostei, parabéns.

    http://florescerepalavrear.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Felipe adorei a história, bem diferente, mas gostei, ansiosa para o resto :* beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Esse conto foi grandinho, ainda bem que quando começamos a ler ficamos ansiosas para ver como vai ser o final. Adorei, robôs tbm se apaixonam haha ;*

    http://vitrine-maria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHH que conto maravilhoso!
    E que dó que dó que dó do Thiago: logo pela bitch da historia? =/

    ResponderExcluir
  12. Ah que máximo a história :D
    adorei, fiquei com vontade de saber mais ;)

    vou vir mais vezes pra saber se vc já postou o resto :D
    beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Já to aguardando ansiosamente pela continuação. :O

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  14. Gótica alegre foi a lehor, haha. Eu ri. E não sei se estou certo, mas imaginei um cenário totalmente futurista.

    ResponderExcluir
  15. Um robô se apaixonando?! OMG! Amei o post, parabéns!

    Beijos,
    thingsofadreamer.com

    ResponderExcluir
  16. Começei hoje a ler essa historia, e ja me parece algo bastante emocionante
    Algo que vou amar ler cada palavra!!!

    ResponderExcluir
  17. onde se passa essa história mesmo? ;-;

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz