Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

CCN-SR: Capítulo 2 - A Magia de uma Mãe

Imagem
"Confusões de uma Colegial e seu Namorado-Servo Robô"




“No capítulo anterior: Ensino Médio. Pós-férias de verão. Dois alunos novos na Classe 2-B? Seus nomes? Thiago, o ruivo, e Diana, a gótica.. Rixas e paixões - Bruna X Thiago, Nicolas X Diana, Paulo VS Kamlia e Kamila VS Thiago. ORDENO QUE SEJA MEU NAMORADO!! O ruivo é um robô? Sentimentos em uma máquina. Impossível!”
– Sim sim, mas chega de festa, vamos as explicações! - Renata, falecida criadora de Thiago, conhecido em sua dimensão como Robô Patrulheiro - 6 (RP-6), da tela do ipad dava instruções ao casal - Eu programei seu corpo para reagir quando uma centelha sentimental acendesse, despertando sua programação original.
– Programação original? - se perguntou o robô.
– Eu o criei procurando lhe tornar próximo ao ser humano, senão superior. Mas,com alguns chips e fios não se pode trazer aquilo que é essencial nas pessoas: Sentimentos. Foi então que fiz parceria com uma velha bruxa, construindo sua estrutura em parte tecnológic…

Começo indefinido

Imagem
Uma palavra. O ponto de partida para uma aventura literária. Só precisava de um começo.

Pensando demais nas falhas. Poderia escrever um poema? Tentaria, mesmo que por mínimas expressões, Dar a entender a angústia que a afligia?
Com qual motivação deveria fazê-lo? O tema seria a labuta de todos os dias, Um amor perdido,alguém, um livro,uma citação, Um homem andando na rua, um gato correndo num beco?
Queria a suave sensação de prazer Por ter escrito algo de valor. Nada do julgamento dos outros, Apenas sua própria satisfação.
Apenas uma palavra guiaria As outras em fileira indiana. Olhava para a tela do computador, Fitava o editor de textos em branco.
Estou feliz por não ter furado o cronograma! E,gente, o Desafio está rolando. Se você quiser participar, e ter a sua sugestão postada aqui, mande um e-mail (contatoabs@live.com) ou um tweet para @blogabs, contendo o nome da ilustração/foto/quadro que farei um conto baseado nele. Nesse caso, a Simone não havia lido o regulamento, e me propôs…

CCN-SR: Capítulo 1 - Das emoções nasce um novo poder

Imagem
"Confusões de uma Colegial e seu Namorado-Servo Robô"
“Em tempos antigos, a alquimia era a principal prática na busca por conhecimento, unindo Magia e Ciência, até que as mesmas se separaram. Poderiam se unir novamente algum dia? Esta é a história de como dois estudos se reataram após eu conhecer o amor da minha vida em outra dimensão...”
Acabaram as férias. Que peninha. Os estudantes, zumbis de tanto sono, caminham para a perdição. Ou,pelo menos,é assim que chamam a escola. É só uma fase, calma. O frio chegando. Jovens reencontrando os amigos e colocando conversa em dia, alunos novos perdidos tentando encontrar suas classes. Chega a dar uma nostalgia. Classe 2-B. Sentada nas primeiras carteiras, Bruna. Cabelos castanhos ondulados e longos, óculos fundo de garrafa, escondendo os belos olhos azuis. Blusa larga e saia longa. Sempre carregando livros em mãos, às vezes mangás. Na parede, Paulo, o Rei da escola (ou seria Príncipe?). Sempre de bermuda, regata,e o bo…

Loop

Imagem
Uma luz viola o quarto. Olhos são coçados. A moça se levanta, espreguiçando-se. Lembranças coladas na parede. A história de um casal percorrendo-a. Abre a janela. Um dia ensolarado. Perfeito para um encontro com sua namorada. Vai ao trabalho. Quase perde a concentração de tanto ansiar ver a amada. Sentia como se não a visse há anos. Mal se despedia dela e já sentia saudade.
         Nada como o amor jovem. Pausa para o almoço. Nem começou a comer, ligou para a mulher. Dizia como estava ansiosa para vê-la. Uma notícia chata. A mulher estaria ocupada o dia todo. Precisa resolver alguns assuntos no serviço. Ficará até tarde. Deixar para um próximo o encontro. Desânimo. Diz que tudo bem e se despede. Decepção. Foca-se mais no trabalho. Estava tão desejosa em vê-la. Quem sabe na próxima? Não queria na próxima. Queria agora. Naquele momento. Ou, no mínimo, no horário combinado anteriormente. Era pedir demais amá-la quando quisesse? Largar o que estava fazendo, encontrá-la e beija-la como se …