A Sombra (Parte 2)

       Abri os olhos e notei que um vulto cobria minha visão. Era manhã. O sol à pino. O calor me acordara. Por quanto tempo aquela pessoa esteve me observando? Eu mal dou por mim, e já encontro alguém rindo? O sujeito soltou uma risada descontrolada. Passei a mão no rosto, devia estar com um aspecto medonho para ser zoado daquela maneira. “Vem”, disse o homem de meia idade. Tinha uma barba prateada. Não devia ter mais de setenta anos.

        Depois de um dia cambaleando pela estrada, finalmente, alguém me ofereceu uma guarida. Inacreditável, não? Providencial demais…Suspeitei. Bom, desde que houvesse um lugar para dormir e um pão pra comer…que mal teria nisso? Proseamos por um longo tempo. Até que ele tivesse a coragem de me perguntar. “E a sua família?”. Calei. Virei o copo de vodca e pedi desculpa. Disse que ia me deitar, e que ele me desse licença. Se você achou rude, imagine eu… Mas, o que ia dizer… ? Que saí de casa com medo de uma sombra? Iam rir, você sabe que iriam…
Joça de medo. Decidi! Voltarei para a minha cidade. Besteira que fui fazer da minha vida…

CONTINUA

Comentários

  1. Uauuuuuu amei!!! Aguardando o três!! Gente, essa história vai ser impressionante!

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom poder acompanhar a segunda parte desse conto, visto que estive alguns dias alienada do blogspot. Aliás, quero te parabenizar pelo post sobre 'Boy Bands', me identifiquei horrores com ele! Logo eu, que vivo a criticar minha irmã alucinada pelos garotos do One Direction, sendo que já fui apaixonada pelos integrantes de bandas ainda 'bizarrinhas'. Porém, essa fase foi uma delícia! Ai, ai! Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  3. mas o medo nos faz sentir certas coisas.. Continua que ta interessante! bjoooooo

    ResponderExcluir
  4. mistério *com a voz do Cid Moreira* rs.
    cara, tá muito bom, quero ver o 3.

    ResponderExcluir
  5. Estou ansiosa pela continuação.

    ResponderExcluir
  6. Que história legal! Seu texto tá perfeito! Aguardando a parte três**
    Beijos!

    vintageiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gosto destes textos com sensação de calor, de sentimento !


    Emilie, a gente tem que estar disposta a recomeçar e mudar :*
    Valew pela visita !
    beijoo

    ResponderExcluir
  8. Olá Emilie,

    Primeira vez que passo por aqui, e olha; gostei muito da forma que narrou o texto. Deu vontade de ler mais, com certeza. Então eu passarei aqui mais vezes pra saber o final dessa história.
    Agora respondendo ao seu comentário lá no blog, o texto não fala só de mudanças físicas(casa, cidade), a árvore da vida é uma alegoria a nós mesmos. Nossas raízes são como nossas crenças. E enfim, como disse, mudanças sempre aparacem. Para o bem ou para o mal.

    Obrigada pela visita. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Emilie!
    Achei seu blog interessante, tanto no quesito layout como no questio dos posts!
    Na verdade o diário é uma fic que eu costumo postar todos os dias da semana como se fosse um capítulo, se bem que se você olhar por esse lado, parece como se fosse um semanário ou um "atrasário" rsrsrsr
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto,quero ver a continuação! \Õ/

    Beeijos
    http://blogmymemories.tk

    ResponderExcluir
  11. Bah, ainda não sabemos quem é a tal sombra! Mas achei o senhor bem suspeito, como o personagem que fugiu de casa não achou? D: Enfim, aguardo a continuação *o*

    Sério que você não ouve coisas boas do Sidney Sheldon? D: Eu tenho um amigo, o que me deu o livro que resenhei, que é super fã dele e outros blogueiros que gostam muito também dos livros dele. Hm. rs

    Beijos ><

    ResponderExcluir
  12. Você quer me matar de curiosidade???
    Esperando ansiosamente pela continuação!

    http://deardiary-sucker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Fiquei curiosa , quero ver a continuação. Adorei a maneira que voce escreve.

    fashiondreams4ever.blogspot.com.b
    bjbj

    ResponderExcluir
  14. Trechos inacabados: suspenses...


    bjkas

    ResponderExcluir
  15. Seus posts sempre me deixam curiosa, que o próximo "capítulo" haha

    PS: Ah, sou adventista sim

    ResponderExcluir
  16. Nossa muito bom!!
    assim que sai o três por favor me avisa...
    queria escrever como vocês =]

    Beijos.
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  17. aiai.. esse continua deixa a gente querendo ver logo a continuação ^^
    você escreve muito bem :)

    ResponderExcluir
  18. volta não, boba. ficaí!

    ResponderExcluir
  19. Esse continua me mata de curiosidade.
    Adoro esse blog ;)

    ResponderExcluir
  20. Quero saber mais dessa sombra! Por mais rude, que ele foi, melhor assim do que ver alguém não acreditando em vc e ainda rindo. Gostei de mais desse capítulo, queria mais =X. Mas vou esperar pela terceira parte =D.

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz