[New Earth] Episódio 5

Passar um dia inteiro com o coroa não havia sido muito agradável. Cansado e levemente mal humorado, Felipe coçou a cabeça. Os cabelos estavam espetados, como se tivesse levado um choque. Bruno entrou na parada de sempre, viu a cara desanimada do amigo, e disse:
- Ih, já vi que não tomou banho...Olha esse cabelo – triscou com a ponta do indicador.
- Cuidado, dá choque – Felipe afastou a mão de Bruno.
- Foi o que pensei – observou o rosto cansado de Bruno e perguntou – Você tá legal?
- Uhum – respondeu olhando pela janela.
No intervalo, eles nem saíram de sala. O refeitório era um lugar muito barulhento e alegre para a ocasião.
Outra hora voltamos à causa do desconforto de Felipe. Por hora, ficaremos com o diálogo travado entre eles:
- Ficou bom. Só não sei como tudo terminou em futebol. Isso tem mesmo importância?
- Achei que caberia no meio de tantas desgraças...
- Ok...o que seria de uma nação sem um entretenimento esportivo? – disse, sarcasticamente. Felipe não entendia sarcasmo, o que dava a Felipe a deixa para abusar de tal recurso.
- Então, dá pra continuar daí?
- Fica complicado...Mas, eu dou um jeito. Sou um dos melhores alunos da classe, como deve saber...- se gabou.
- Tá falando...
Felipe permanecia calado. Pouco falara naquele dia.
•••

Comentários

  1. Confessando: Felipe, estou me apaixonando por você, me besa.

    Desculpando: As vezes meus cometários perdem um pouco *muito* a concordância, mas não é por fazê-lo de qualquer maneira, é porque as vezes faltam formas coerentes de se expressar.

    Fleurs en Papier

    ResponderExcluir
  2. Gostei do capítulo! Mas estou cada vez mais curiosa a respeito da história dos dois, New Earth mesmo a situação complicada, tem até um tempinho para futebol =D. Emile fico feliz que tenha gostado do meu conto, confesso que na verdade eu não torço para ninguém no Naruto ^^', diferente de Bleach, em Naruto, sou nula perante a casais, mas fiquei imaginando o que aconteceria se o loiro morresse, foi daí a ideia para a Sakura.

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ô, querida Emile,
    para fazer poesias
    não é necessário
    ter alguém em sua vida.
    A falta, por si só,
    já fala. Falar da paz,
    da natureza, da estrada...
    Da vida, da tua rotina.
    Abra os olhos e perceberás:
    És apaixonada pela vida!

    ResponderExcluir
  4. A sua escrita é tão leve. Gosto do seu estilo :)

    ResponderExcluir
  5. A sua escrita é tão empolgante que esqueço do início da história! rsrs Mais curiosa do que nunca, li o quatro e li o cinco, que estavam faltando para mim. Sempre que quiser me chamar para ler um novo episódio, fique a vontade, pois recebo várias atualizações e nem sempre passa de todos! Bjs

    meninasapeca-ms.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Vi o outro capítulo, lembrei um pouco de mim *-*
    Simpática como sempre, mas ok mano ~
    Complicado esse negócio de pais, apesar que desde um tempo para cá não odeio mais meu pai, é fogo ver famílias brincando com os filhos, de boa, é tenso.
    Pô mano, é adventista? Que bacaninha véi [Nossa, de onde saíram tantas gírias?!]
    Mas sério, bacana hein... Cores nos esmaltes, trauma... Sempre gostei de cor forte e colorida, daí para não chamar muito atenção coloco uma mais escura... <.<

    É isso ~ Adios

    http://avidadealguemanormal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Emilie!
    O ritmo da história está bacana! E lá vão os personagens mantendo a expectativa para o que vai acontecer!
    Porque vc acha que um cosplay da Welma não ficaria legal em vc? É um cosplay super prático e bem nostálgico!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá emilie, estou gostando mais da história, curiosa sobre muitas coisas ainda :) dá uma ansiedade :* beijos flor

    ResponderExcluir
  9. aahh tão pouquinho, você devia escrever mais,assim a gente não fica tão na seca pela historia

    ResponderExcluir
  10. Eu tinha visto os outros capitulos, e você escreve muito bem, to adorando a história!

    Beijos,
    @SendooDiferente
    Blog | Concursooooo! Participa?!

    ResponderExcluir
  11. Tô curiosaa *-*
    Você escreve tão bem que eu me perco no tempo aqui hahaha...

    ResponderExcluir
  12. Obrigada pelo comentario :)
    Adorei entrar em seu blog, é agradavel !
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Área interpretação livre: Faça comentários pertinentes ao texto. O que custa ler e opinar? Estou aceitando todas as teorias possíveis e interpretações mirabolantes (contanto que sejam sobre o conto).
Sem comentários superficiais, ok?: Se vier com um "adorei o texto", "interessante" (ou mesmo, se expressar de forma sucinta e sem significado) seu comentário não será aceito. E, nunca mais visitarei o seu blog. u.u
Prefira usar "Nome/Url" ao preencher a box de comments. Fica fácil na hora de retribuir.
Os comentários serão respondidos nesse post. Para ser avisado da resposta, selecione "Notifique-me", logo abaixo da caixa de comentários.

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Coragem

Dois gatos

Teto de verniz