Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

[New Earth] Episódio 4

Imagem
Era tarde quente e Felipe começava a se chatear. Um momento de silêncio. Ele girava o lápis. Uma, duas, três vezes. Não tinha a menor ideia do que escrever. Seus pensamentos se embaralhavam. “Ah, não. Isso não serve”, apoiava o lápis sob o queixo. Coçou a cabeça numa indecisão: deveria usar uma linguagem coloquial ou prosseguir na linha séria de Bruno?
“Bom, ele quase implorou para que eu escrevesse. Vamos ver no que vai dar”. O lápis escorregou até as pontas dos dedos. Polegar, indicador dedos auxiliares...e a história se formava. ...
Os grandes anéis de New Earth ficaram para trás. Sumindo até tornarem-se nuvens estreitas. Eu os acompanhava da janela. A nave passou por um campo de handball avançado. Handball é um esporte muito popular em New Earth. Na Terra jogava-se um esporte parecido. Aqui, ele foi aperfeiçoado para ser jogado no ar com tênis modificados. Eles tinham turbinas embaixo. O próprio capitão Gregory era o artilheiro do time nacional. Descobriram , depois de anos de pesq…

[New Earth] Episódio 3

Imagem
Um desafio para aqueles que se aventuram pelos mares da ficção cientifica se chama criatividade. É que nem sempre ela funciona como se espera. Às vezes, as nossas ideias se confundem com outras, formando um emaranhado. Nós cegos que precisam ser desatados. ...
Por mais que Bruno tentasse, as ideias não surgiam. A crise de criatividade viera como a gripe suína, precisava ser tratada imediatamente. ...
- Cara, preciso da sua ajuda. É urgente – falou ao telefone. - Chama o Samu*, a polícia, os bombeiros – disse Felipe do outro da linha. - Sério! Não consigo continuar com a história. - Que história? – disse pouco interessado. - Aquela das duas Terras. - AHH! - É um entrave, sei lá... - Chama o serviço de urgência que você deve ter batido a cabeça e as sequelas só estão aparecendo agora. - Já falei que isso é sério. - Que drama. Tudo é sério para você. - Ahhh...esquece, Felipe. Pensei que você me ajudaria...mas, vejo que não. - Se é assim, o que posso fazer por você? Aproveita que estou no…

[New Earth] Episódio 2

Imagem
Bruno e Felipe são dois amigos que tentam criar um história de ficção científica juntos. Acompanhe o desenvolvimento dessa narrativa... (Nota da autora: Gente, esse é o último capítulo extenso. Os outros são bem menores,eu juro).
Bruno entrou no ônibus ainda com cara de sono. Felipe estava no fundo. Logo a condução se encheria de estudantes. As conversas mal seriam ouvidas. Só o barulho insuportável das vozes sobrepujando-se umas as outras, se fazendo ouvir sobre as demais. A adolescência e sua vivacidade... ... Felipe cochilava encostado à janela. - Ei, acorda aí! – Bruno dá uma cotovelada no amigo. - Hã?! – Felipe passa a mão no rosto e boceja. - Nem tirou as remelas! - Tirei, sim – passou os dedos nos cantos dos olhos – Claro que tirei...
Com todo aquele barulho (não mencionando o sacolejo característico de ônibus velho) os dois iam calados. O trajeto inteiro é assim. Muito cedo para conversas. Cedo para acordar. Cedo para o colégio. ... Primeiro, segundo, terceiro tempo e, hora do…

[New Earth] Episódio 1

Imagem
Eu poderia começar essa história pelo conhecido “era uma vez”. Mas, acho o termo "batido" e desnecessário. Basta dizer que em uma determinada tarde, dois amigos confabulavam. … Felipe deitado, com o controle na mão mudava de canal a cada dois minutos. Revistas em quadrinhos, cards e folhas de caderno espalhados no chão, na mesa, na cama, na cadeira. - Só na manha... - Bruno aparece na porta do quarto, encosta-se ao batente. - Nada. Estava caçando meu jogo de God of War 2. - Sei... e pelo visto não encontrou. - Encontrei poeira, provas da escola e meus mangás. - Hey, eu quero aquele! – Bruno aponta para o último volume de Death Note. - Pode pegar. - Já que você não está fazendo nada... Pode me ajudar com uma coisa? - Lá vem a facada... Se for dinheiro, vou logo dizendo... - Não é dinheiro. Estou escrevendo uma história. - Ah, eu sei, é aquela sobre um mundo paralelo à Terra? - É, essa mesma. - Hmm – Felipe finge que se importa. Bruno entende de cara. - Você não leu, né? Felip…